terça-feira, 8 de julho de 2008

Dissertação de Doutorado faz menção ao Acre

TÍTULO:
Cosmologias Políticas do Neocolonialismo: como uma Política Pública
AUTOR: RONALDO JOAQUIM DA SILVEIRA LOBÃO
Capítulo 1 – Reservas Extrativistas: trajetórias de reprodução social ou de proteção ambiental?
1.1. A luta dos seringueiros do Acre 1.2. Uma breve reflexão Um outro relato: a ênfase no extrativismo 1.3. Uma primeira revisão dos conceitos e sua construção 1.4. Algumas questões preliminares
1.5. Um evento paradigmático 1.5. O Quadrado Contra-Ataca: o Retorno do Incra
LEIA O CAPÍTULO 1:
Resumo
Nesta tese construo uma trajetória para as Reservas Extrativistas Marinhas enquanto uma política pública. Construídas a partir da luta dos seringueiros do Acre, as Reservas Extrativistas constituíram-se em um lócus onde diversos sentidos e ideologias estão em permanente tensão. Procuro mostrar que, ao longo da trajetória da política pública conquistada, vários de seus significados originais foram sendo subsumidos em outros, bastante diversos. Sugiro que as Reservas Extrativistas foram enredadas em uma nova cosmologia política, onde novas percepções e significações sobre o tempo e o espaço colocam os grupos locais em uma posição tutelada ou subalterna. Denomino esta nova configuração como Cosmologia Política do Neocolonialismo. Sob o domínio desta nova cosmologia eclode uma nova política, a do Ressentimento, uma vez que os grupos locais envolvidos com a política vêem-se alvos de atos de desconsideração de várias ordens. São convidados a ingressar em um novo universo cognitivo, mas desde que o façam de forma subalterna, sem poder tornar-se senhores de seus próprios destinos. Os instrumentos mais comuns neste aprisionamento são a construção de identidades de fora para dentro, a ressignificação de seus lugares como Unidades de Conservação ou Áreas Protegidas sob a égide do Meio Ambiente e submissão aos ditames do Desenvolvimento Sustentável.

Um comentário:

Mapinguari disse...

Valeu pessoal, coloquei um link no blog, espero um intercâmbio proveitoso, e se quiserem colaborar no blog, é só me avisarem que envio o convite..

alpinista