quarta-feira, 7 de setembro de 2011

farinha do mesmo saco, parabéns, o povo acreano agradece: "Jorge Viana (PT) e Flaviano Melo (PMDB) são os campeões de gastos, mesmo acumulando salário de parlamentar e aposentadoria de ex-governador"

eleitor questiona constantemente os gastos de deputados e senadores com verba indenizatória, que apesar das contestações é uma medida considerada legal para o exercício do mandato. A verba que é destinada a cobrir as despesas dos parlamentares chega até a ser considerada normal, mas o abuso do recurso pode ser considerado imoral em alguns casos. Os representantes do Acre, no Senador Federal e Câmara dos

Deputados, juntos, nos primeiros meses da atual
legislatura gastaram R$ 1.704.775,14.


O fator de desequilíbrio ficou por conta dos campeões de gatos nos primeiros sete meses de mandato. O senador Jorge Viana (PT) e o deputado federal Flaviano Melo (PMDB), são os campeões de utilização da verba indenizatória, mesmo acumulando os salários de parlamentar e as aposentadorias de ex-governador. Jorge e Flaviano recebem mensalmente, mais de R$ 50 mil, ao mês, acumulando salário e benefício, mas não foi o suficiente. Viana gastou R$ 118.887,66 e Melo R$ 219.089,60 nos primeiros sete meses de mandato.

Jorge Viana e Flaviano Melo, fazem parte de um grupo seleto, que devem ter ganhado maiores que o teto do funcionalismo público (equivalente a seus próprios salários: R$ 26.723,13). A informação foi publicada pelo jornal “O Globo”, no início do ano. Os campeões de gastos na bancada federal, são ex-governadores que recebem aposentadorias por terem governado o Acre e podem acumulá-las com o salário de congressista. No Acre, o valor da pensão considerada ilegal pelo Superior Tribunal Federal (STF) é de R$ 24.184,00.

Mas a festa com dinheiro público, não é exclusividade de Flaviano Melo e Jorge Viana. Os demais membros da bancada federal do Estado, também se utilizaram da verba destinada para o exercício do mandato. A bancada do batom, formada por Antonia Lúcia (PSC) e Perpétua Almeida (PC do B), seguiram o colega, Flaviano, e ocuparam a segunda e terceira posição entre os deputados que recorreram à verba indenizatória. Antônia Lúcia utilizou R$ 207.179,32 e Perpétua Almeida R$ 202.494,76, em sete meses da atual legislatura.

Na ordem, por gastos, nos últimos sete meses, os demais parlamentares ficaram classificados assim:

Márcio Bittar (PSDB) R$ 175.092,62
Taumaturgo Lima (PT) R$ 181.852,36
Sibá Machado (PT) R$ 164.496,33
Gladson Cameli (PP) R$ 124.138,24
Henrique Afonso (PV) R$ 108.777,98
Todas as informações dos gastos parlamentares estão no portal de transparência do Senado Federal e Câmara dos Deputados. As maiores despesas, segundo as próprias informações dos portais de transparência, grande parte do dinheiro utilizado é com divulgação do mandato.

No Senado, Jorge Viana lidera a lista dos gastadores
Mesmo sendo dono de um benefício no valor de R$ 24.184,00 – o senador Jorge Viana (PT) é o líder dos gastadores de verba indenizatória no Senador Federal. O parlamentar que supera os salários dos ministros do STF recebe mensalmente, mais de R$ 50 mil, se distanciando dos demais trabalhadores que precisam trabalhar exaustivas jornadas para receber ao fim de cada mês, para receber um salário mínimo de R$ 545,00.
Com as vantagens que são concedidas a poucos privilegiados no cenário político nacional, o salário de Jorge Viana, não foi suficiente para cobrir suas despesas nos últimos meses, sendo que o parlamentar foi obrigado a recorrer à verba indenizatória, gastando R$ 118.887,66 – Viana é seguindo pelo senador Sérgio Petecão (PSD), que utilizou R$ 102.974,40 – para subsidiar suas despesas no exercício no mandato.
O terceiro colocado, Aníbal Diniz (PT), suplente do governador Tião Viana (PT), que não é empresário e muito menos aposentado, como os colegas de bancada, não ficou muito atrás, e apesar de não ter ambições, nem popularidade para se reeleger num próximo mandato, também usou a verba indenizatória, começando de forma tímida no primeiro mês, chegou a gastar no mês de julho, a quantia de R$ 22 mil. Nos últimos sete meses, Diniz gastou R$ 99.791,96.
Juntos, os três senadores do Acre usaram a quantia de R$ 321.654,02 – nos sete primeiros meses da atual legislatura.

http://www.ac24horas.com/2011/09/07/deputados-e-senadores-do-acre-gastam-mais-de-r-17-mi-de-verba-indenizatoria-em-7-meses-de-mandato/
Ray Melo, da redação de ac24horas – raymelo.ac@gmail.com

Nenhum comentário: